A mãe leva ao psiquiatra o garotinho pentelho que se recusa a comer. O médico começa por oferecer-lhe, delicadamente, toda sorte de guloseimas: sorvete, chocolate, doces. Nada adianta. Com paciência, pergunta:
- O que é que você quer comer, filho?
- Minhocas.
O psiquiatra providência e oferece ao diabrete:
- Crua, não! Quero minhoca frita!
O doutor manda fritar as minhocas.
- Só quero uma.
O médico joga fora as demais, deixando só uma.
- Você come a metade!
O psiquiatra, não querendo morrer na praia, fecha os olhos e come meia minhoca: O moleque desaba a chorar.
- O que foi agora?
- Você comeu a minha metade!